Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Projeto Carbono Social

A MAIOR AMEAÇA À SAÚDE DESTE SÉCULO

E-mail Imprimir
Aquecimento global 
Nos próximos 35 anos, as mudanças climáticas reduzirão a produtividade da agricultura no planeta, fazendo com que a disponibilidade de comida por pessoa caia de 2% a 3% no mundo todo. O resultado são 529 mil mortes até 2050, a maioria na China e em outros países asiáticos. No Brasil serão cerca de 4.000 mortes adicionais.
Os resultados são de um estudo publicado no início do mês de março de 2016 no periódico médico The Lancet, a mesma publicação que no ano passado havia chamado a mudança climática de “a maior ameaça à saúde deste século”. A nova pesquisa, feita por um grupo do Reino Unido, analisou 155 países e modelou em computador o que aconteceria com a produção de alimentos, o comércio internacional e o consumo em diferentes cenários de emissão de gases de efeito estufa.
Sua principal conclusão é que o aquecimento global cortará em um terço o número de mortes por desnutrição e má alimentação que seriam evitadas naturalmente pelas melhoras na produtividade e na distribuição de comida nas próximas décadas.
Segundo os pesquisadores, liderados por Marco Springmann, do Programa Oxford Martin sobre o Futuro da Alimentação, a maior parte das mortes será decorrência da redução no consumo de frutas, verduras e legumes, não de desnutrição pura e simples. Por outro lado, foi visto efeito positivo da mudança do clima na redução global da obesidade e na redução do consumo de carne vermelha — que, no entanto, são mais do que compensado pelos dois fatores negativos
Springmann e colegas afirmam que a adoção de trajetórias de redução de emissões poderia evitar até 71% dessas mortes adicionais. Fonte: Envolverde
Última atualização em Sex, 08 de Abril de 2016 12:48
 

Carbono Social em Rede Está Sendo Divulgado em Plataforma da FAO

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 
 Plataforma Boas Práticas
No final de outubro de 2014 esteve em Lages o agrônomo Carlos Antônio Biasi, Oficial Nacional de Programas da FAO (Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura). Naquela oportunidade, na Amures, seu objetivo era conhecer melhor projetos, ações e iniciativas levadas adiante na região com foco em  Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável, Agricultura Orgânica (de baixo impacto), uso de fontes alternativas de energia, entre outras,  que pudessem servir de referência para outros países (e/ou grupos de pessoas) por suas peculiaridades como baixo impacto ambiental e custos, resultados obtidos (econômicos e sociais), entre outros.

Naquele dia, o Centro Vianei de Educação Popular, apresentou a Biasi o projeto Carbono Social em Rede, desenvolvido na região desde 2011, com patrocínio da Petrobrás, cujo principal mérito  é fazer um elo entre empresas e/ou pessoas e agricultores familiares em ações de preservação/recuperação ambiental, através do plantio de árvores para compensação das emissões de CO2 (Gás Carbônico) emitidas. Pelo projeto, já foram produzidas, distribuídas e plantadas pelo menos 500 mil árvores nativas em cerca de 1.300 propriedades de pequenos agricultores da região.
Última atualização em Qui, 06 de Agosto de 2015 19:39 Leia mais...
 

Atividade de Educação Ambiental na Escola Adilha Matias Faria em Otacílio Costa

E-mail Imprimir
08/07/2015
Dando continuidade às atividades de Educação Ambiental na Escola Adilha Matias Faria. Nesta semana participaram os alunos de 6º ao 9º ano. A atividade iniciou da mesma forma com o plantio de espécie nativa (Pau Andrade), mostrando aos alunos como plantar os cuidados necessários para a germinação e desenvolvimento das plântulas. Também sobre atividades que serão desenvolvidas durante o semestre envolvendo as disciplinas regulares.
 
 
Última atualização em Sex, 17 de Julho de 2015 10:00
 

Carbono em Rede participa de seminário em Bonito - MS

E-mail Imprimir
 Seminario Bonito MSO projeto Carbono Social em Rede participou do Seminário Nacional de Políticas Públicas Ligadas à Floresta, Água e Clima promovido pelo Instituto das Águas da Serra da Bodoquena, por meio do Projeto Ilhas Verdes patrocinado pela Petrobras, o evento aconteceu nos dias 1, 2 e 3 de junho, no Centro de Convenções de Bonito-MS e teve como objetivo principal discutir políticas públicas e formular diretrizes para implementação das políticas ambientais existentes. 
Última atualização em Ter, 09 de Junho de 2015 21:04 Leia mais...
 

Experiência do projeto Carbono Social em Rede é publicada em revista.

E-mail Imprimir
Trabalho desenvolvido pelo Centro Vianei através do projeto Carbono Social em Rede tem artigo publicado em revista. A revista Cadernos de Agroecologia, que é uma publicação da Associação Brasileira de Agroecologia – ABA-AGROECOLOGIA, publicou em seu número 9 um artigo da experiência do projeto na Terra Indigena de LaKlãNõ.
O artigo “O POVO QUE CAMINHA SOB O SOL: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO CARBONO SOCIAL EM REDE NO TERRITÓRIO INDÍGENA LAKLANO” pode ser acessado no endereço da revista http://www.aba-agroecologia.org.br/revistas/index.php/cad/article/view/16804.
O artigo descreve os trabalhos executados junto a comunidade, que articula ações de preservação ambiental e geração de renda, contribuindo para a autonomia, soberania e segurança alimentar da comunidade. 
  • Evento na aldeia
  • Acessos: 83
  • Evento na aldeia
  • Acessos: 96
  • Evento na aldeia
  • Acessos: 80
  • Evento na aldeia
  • Acessos: 96
 
 
Última atualização em Qua, 25 de Fevereiro de 2015 14:17
 

Atividade de Educação Ambiental na escola Vanhecú Patté

E-mail Imprimir
O projeto Carbono Social em Rede realizou trabalho de educação ambiental com crianças indígenas da aldeia Bugio.
Última atualização em Qua, 19 de Novembro de 2014 09:40 Leia mais...
 

Disco Xepa Floripa efetua sua compensação ambiental

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
 Disco Xepa
Disco Xepa Floripa, que acontece dia 18 de outubro no Bairro Monte Cristo, comunidade Chico Mendes, além de lutar contra o desperdício também se empenha no combate ao efeito estufa. 
 
Última atualização em Ter, 09 de Dezembro de 2014 20:26 Leia mais...
 

Video Carbono Social em Rede

E-mail Imprimir

Lançado no YouTube um vídeo sobre o projeto Carbono Social em Rede.

 O audio visual foi produzido entre março e agosto de 2014, e conta detalhes sobre a atuação do projeto.

 

Última atualização em Ter, 09 de Dezembro de 2014 20:59
 

Aldeia Bugio comemora um ano das árvores do projeto Carbono em Rede

E-mail Imprimir

As crianças da Aldeia Bugio, localizada no Território Indigena de Laklãnõ, nos municípios de Doutor Pedrinho e José Boiteux - SC, comemoraram o aniversário de um ano do plantio das mudas de árvores nativas doadas pelo projeto Carbono em Rede.

Última atualização em Ter, 16 de Julho de 2013 15:19 Leia mais...
 

Mais pagamentos pelos serviços ambientais

E-mail Imprimir
Mais uma semana fazendo os pagamentos pelos serviços ambientais.
Os agricultores familiares plantaram as árvores nativas em suas propriedades.
Nós fotografamos, georreferenciamos e oferecemos estas árvores para adoção de pessoas e empresas com responsabilidade ambiental. As árvores destes agricultores foram adotadas, e o Carbono em Rede efetuou o pagamento dos recursos captados aos agricultores.
As pessoas e empresas que adotaram receberam um certificado de Responsabilidade Ambiental e um selo do Carbono em Rede. Você também pode adotar uma árvore, se for pra sua empresa efetuamos os cálculos de emissões de CO2 e respectiva quantidade de árvores para efetuar a compensação. Se for para você e sua família, basta adotar uma árvore por ano. Participe desta iniciativa por um ambiente limpo e justo. Visite o site www.carbonoemrede.org.br
Última atualização em Sáb, 23 de Março de 2013 16:08 Leia mais...
 


Página 1 de 4