Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Brasil Surf Pro

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

O surf pela floresta

Por Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. no site: Waves

A etapa decisiva do Brasil Surf Pro 2011 acontece entre os dias 14 e 18 de dezembro na praia da Joaquina, Florianópolis (SC).

Durante as cinco etapas do circuito nesta temporada, várias cidades do litoral brasileiro receberam ações ambientais que informaram, educaram e engajaram a sociedade local e os surfistas na preservação das florestas. 

Além da plataforma sustentável dos eventos, o projeto ambiental Petrobras Surfe pelas Florestas organizou espaços de integração socioambiental, palestras, visitas de escolas municipais com atividades pedagógicas aos palanques e expedições de conhecimento pelos ecossistemas costeiros. 

Floripa sustentável Para celebrar a chegada do verão com consciência e atitude, a equipe ambiental do Brasil Surf Pro, em parceira com entidades de surf da região, realiza no dia 15 de dezembro uma expedição ecológica de SUP, canoas e caiaques na Lagoa da Conceição, Florianópolis.

“A gente preserva aquilo que ama. Vamos apresentar a belíssima Lagoa da Conceição por outro ângulo. A ideia é engajar cada vez mais pessoas na luta pela sua preservação”, comenta Glenn Suba, coordenador geral das ações ambientais do Brasil Surf Pro. 

No dia 18, o Brasil Surf Pro, o Projeto Tamar e o Joaquina Surf Club organizam um grande mutirão de limpeza nas dunas e no costão da Joaquina. Logo depois, acontece a soltura de tartarugas marinhas capturadas acidentalmente por redes de pesca e devidamente reabilitadas. 

A organização do circuito também promove um curso de pedagogia e gestão ambiental para as escolas associadas à ACES (Associação Catarinense das Escolas de Surf) e outras associações de surf.  

O curso será ministrado pelo gerente de sustentabilidade Glenn Suba, por Bruna Nazarri, coordenadora de pedagogia ambiental do Brasil Surf Pro, e conta com apoio de Julio Mudat, especialista em gestão ambiental de praias, e de Roger Souto Maior, presidente da ACES. 

“Vamos trabalhar em conjunto com a ONG Joaquina Surf Club. O objetivo é deixar um legado de educação e conhecimento ambiental”, explica Suba.

Integrantes de projetos sociais da região e alunos de escolas municipais terão oportunidade de curtir a área da competição nos dias 14, 15 e 16. Eles serão recebidos pela equipe pedagógica do circuito, participarão de gincanas e atividades educativas.

Os visitantes vão conhecer o espaço Petrobras Surf Pelas Florestas e aprender sobre a preservação das florestas brasileiras. A tenda funcionará ao lado da estrutura principal.

 Surfista Verde Cada onda surfada por um atleta do circuito que receber nota igual ou acima de 8.00 pontos, garante o plantio de cinco árvores em áreas de Mata Atlântica. Cada nota 10, gera 50 plantios.

 Para esta última etapa, uma parceria especial foi criada entre a organização do Brasil Surf Pro e o Projeto Carbono Social em Rede do Centro Vianei de Educação Popular, que atua no entorno do município de Lajes, região serrana de Santa Catarina. 

 Todas as emissões de CO2 geradas pelo evento serão compensadas com o plantio de árvores em propriedades de pequenos agricultores. Vale destacar, o programa Petrobras Surf Pelas Florestas conta com apoio do Ministério do Meio Ambiente.