Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Vianei aprova projeto para o fortalecimento da cadeia produtiva do pinhão na Serra Catarinense

E-mail Imprimir

O Centro Vianei de Educação Popular aprovou o projeto “Promoção e fortalecimento da cadeia produtiva do pinhão na Serra Catarinense, tendo como protagonista a Agricultura Familiar Agroecológica e como mote a agregação de valor e o fortalecimento de mercados sustentáveis”.

 

Última atualização em Ter, 05 de Março de 2013 09:53 Leia mais...
 

Santa Catarina adere ao novo modelo do Programa de Aquisição de Alimentos

E-mail Imprimir

Levantamento vai indicar municípios do estado que podem participar do programa. Canal de comercialização para a agricultura familiar beneficia famílias em insegurança alimentar

Brasília, 11 – O governo do estado de Santa Catarina firmou compromisso com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para executar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) por meio do novo modelo (regulamentado pelo Decreto 7.775). Agora será realizado um levantamento dos municípios catarinenses que podem participar do programa. Em seguida, será desenvolvida uma proposta de execução.  O Extrato de Adesão ao PAA foi publicado esta semana no Diário Oficial da União.
Leia mais...
 

Associação Ecovida de Certificação Participativa recebe auditoria para manutenção de credenciamento

E-mail Imprimir

por Fernando Angeoletto e Ana Carolina Dionisio / Cepagro

“Até hoje quando eu vou no parreiral de algum amigo que ainda planta com veneno, minha garganta já começa a fechar. Só de sentir o cheiro”. A forte reação alérgica de Moacir Giacometti, produtor rural do distrito de São Gotardo, em Caxias do Sul (RS), é resultado de décadas trabalhando com Derosal. “Nem precisei ir no médico, já sabia que era por causa disso”, conta. Ele não esperou que outras sequelas da intoxicação começassem a aparecer, e em 2001 iniciou a conversão da agricultura convencional para a agroecologia. Hoje, nos seus 4 hectares de área cultivada, Moacir produz uvas, caqui, milho, feijão e mantém uma estufa para hortaliças e amoras, todos alimentos orgânicos certificados pela Rede Ecovida de Agroecologia.

Leia mais...
 

Box para produtos agroecológicos no Ceasa/SC: uma conquista da agricultura familiar catarinense

E-mail Imprimir

Foi no fatídico dia marcado para ser o “fim do mundo” que uma negociação de 2 anos foi enfim concluída em prol da agricultura familiar de base ecológica catarinense. Na manhã do dia 21/12, agricultores e entidades representativas da sociedade civil e da UFSC receberam das mãos de Felício Francisco Silveira, presidente do CEASA/SC, as chaves do Box 721, um galpão de 75m2 requerido para fortalecer a logística de comercialização da produção agroecológica na região.

Leia mais...
 

Visita de alunos da UFSC campus de Curitibanos

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 

Alunos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), campus de Curitibanos, visitaram neste sábado o Centro Vianei de Educação Popular. Os alunos, todos do curso de Ciências Rurais, passaram o dia envolvidos em diversas atividades.

Última atualização em Qui, 29 de Novembro de 2012 21:37 Leia mais...
 

Educação Ambiental

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 

Acontece nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro, o I Encontro de Educação Ambiental e Exposição de Projetos 2012.

O evento é promovido pelo Núcleo Municipal do Campo Leoniza Carvalho Agostini, e tem a parceria da EPAGRI/SC RURAL, com o apoio da Prefeitura Municipal de Curitibanos, Secretaria Municipal de Educação, UFSC, SENAR, Centro Vianei de Educação Popular, PET: Ciências Rurais/UFSC e SESI.

Última atualização em Qua, 21 de Novembro de 2012 10:59 Leia mais...
 

Neutralização de Eventos

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 8
PiorMelhor 

Todo evento social, seja ele show, casamento, batizado, passeata, festival, quermesse, seminários, palestras, enfim, eventos de pequeno ou grande porte, acabam emitindo gases que contribuem para o efeito estufa. Isso acontece principalmente através do consumo de alimentos, do lixo gerado, do deslocamento dos participantes e atrações, ou pela energia elétrica consumida. Para determinar o impacto do evento, considera-se que a quantidade de CO2 equivalente emitido está diretamente ligado ao número de participantes e algumas características básicas dos eventos. A neutralização, ou compensação destas emissões demonstram a responsabilidade ambiental e social dos participantes e organizadores do evento. Além disso, um evento que neutraliza sua pegada de carbono, atrai patrocinadores e público, o que pode gerar uma fidelidade entre o evento, participantes e patrocinadores, beneficiando a todos.

Última atualização em Qui, 29 de Novembro de 2012 21:29 Leia mais...
 

Rede social: Economia solidária, Pegada Ecológica e Responsabilidade Socioambiental

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 
O efeito estufa é hoje, um dos principais desafios no cuidado com a vida na terra e com possibilidades de sua continuidade. Secas, inundações, frio e calor extremo, furacões, e toda a sorte de desastres climáticos são algumas consequências. As atividades humanas emitem gases causadores do efeito estufa. Assim nos resta o desafio: como diminuir ou compensar as emissões desses gases? É muito importante termos consciência disso e procurar reduzir e compensar as emissões. Mais do que palavras, ou slogans, há necessidade do desenvolvimento de programas, que aliem educação e sensibilização ambiental, mudanças nas formas convencionais de produção e na responsabilidade socioambiental buscando reduzir e compensar as emissões.

 

Última atualização em Sáb, 24 de Novembro de 2012 11:53 Leia mais...
 


Página 12 de 18